segunda-feira, 28 de julho de 2014

domingo, 27 de julho de 2014

27/7 - Dia dos Motociclistas






Viva a liberdade em 2 rodas!!!


Afinal,


sábado, 26 de julho de 2014

sexta-feira, 25 de julho de 2014

domingo, 20 de julho de 2014

quinta-feira, 17 de julho de 2014

17/7 - Dia Internacional de Proteção das Florestas

As Florestas são santuários, que em cada região do mundo abrigam variados exemplares da fauna e flora.
Através da ação do homem e das mudanças climáticas muitas áreas que antes eram cobertas por florestas, hoje, são apenas pequenas reservas mantidas por legislações e atividades conservacionistas.
O 17 de julho é considerado o Dia de Proteção às Florestas, aproveite o dia de hoje para aumentar seus conhecimentos sobre as áreas florestadas do Brasil. Quem sabe além de plantar árvores, você cuida para que não sejam derrubadas desordenadamente?
(ambientebrasil)
Fontes:
http://noticias.ambientebrasil.com.br/clipping/2002/07/17/7359-dia-de-protecao-a-floresta.html
http://www.ibama.gov.br/


segunda-feira, 14 de julho de 2014

14/7 - Dia da Liberdade de Pensamento

Estamos em ano eleitoral!
Reflita muito sobre o que você vê nas esferas legislativas e executivas. Observe contra quem saem as denúncias. E lembre-se onde a fumaça a fogo. Onde há denúncias existem culpados. Nem sempre são os acusados de primeira, porém cabe o ditado popular: Digas com quem andas e direi quem és!
Avalie muito bem como usar seu poder de eleitor. Faça valer o que você paga como impostos!!


Considero que o pensar é livre, o falar nem tanto.
Por: Michelle Silva

domingo, 13 de julho de 2014

sábado, 12 de julho de 2014

quinta-feira, 10 de julho de 2014

10/7 - Dia da Pizza

Se existe um prato que é quase uma unanimidade nacional na aceitação é a pizza. E sempre que falamos nela, lembramos dos italianos. Mas não foram eles que inventaram essa delícia, nem ela surgiu com as características que conhecemos: massa fina, molho de tomate, queijo derretido, recheio e uma pitada de orégano por cima.
Diz a história que a primeira pizza apareceu há mais de 6 mil anos e era apenas uma fina camada de massa conhecida como “pão de Abrahão”, que os hebreus e egípcios consumiam. Ela se parecia com nosso pão sírio atual e também era chamada de “piscea”, daí o nome pizza .
Os italianos, milhares de anos depois, incrementaram a pizza com o tomate, e ela era consumida dobrada ao meio como se fosse um sanduíche. Sua disseminação aconteceu durante a segunda metade do século XIX, em 1889, com dom Raffaele Espósito, um padeiro napolitano que servia o rei Umberto I e a rainha Margherita e, para agradar e inovar o cardápio, resolveu adicionar à massa, mussarela, tomate e manjericão, ingredientes que reproduziam as cores da bandeira italiana. E, em homenagem à rainha, ele batizou sua receita com o nome de pizza Margherita.

Fonte: http://www.velhosamigos.com.br/DatasEspeciais/diapizza.html
Receitas de Pizzas: Diferentes tipos de Pizza

quarta-feira, 9 de julho de 2014

9/7 - Aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932

Nove de julho é o dia em que se comemora a Revolução Constitucionalista de 1932. O movimento está entre os maiores conflitos civis da história do Brasil e um dos mais importantes acontecimentos políticos do país.
Ocorrido em São Paulo, o movimento tentou impedir a continuação do governo provisório de Getúlio Vargas, instaurado em 1930. Os revolucionários exigiam uma nova Constituição e eleições presidenciais. Foram três meses de conflito.

No início de 1932, Getúlio tentou conter a pressão popular organizando uma comissão encarregada de elaborar um novo Código Eleitoral. Em fevereiro de 1932, o código foi publicado e o civil Pedro de Toledo foi nomeado interventor para o Estado de São Paulo. Em maio, Vargas marcou a data das eleições para dali a um ano.
As medidas não foram suficientes para conter a conspiração política. Sociedades civis tramavam secretamente para derrubar o governo. Finalmente, em 9 de julho, o movimento ganhou as ruas da capital e do interior de São Paulo.
A revolução recebeu apoio de vários setores da sociedade paulista. Estudantes, intelectuais, políticos ligados à República Velha ou ao Partido Democrático pegaram em armas durante os três meses de luta.
O conflito armado ficou restrito ao Estado de São Paulo. Os governos do Rio Grande do Sul e Minas Gerais, a princípio simpáticos à constitucionalização, não quiseram enfrentar a força militar do governo federal. Sozinhos, os paulistas não conseguiram manter a revolução e assinaram rendição em outubro de 1932.

A revolta civil despertou o governo para a necessidade de acabar com o perfil revolucionário do regime. Isso acabou acontecendo em maio de 1933, quando foram realizadas eleições para a Assembléia Nacional Constituinte, que mais tarde elaboraria a Constituição de 1934.

Fontes: Revista Problemas Brasileiros, FGV (Fundação Getúlio Vargas)
http://www.sjose.com.br/educar.php?noticia_id=83

terça-feira, 8 de julho de 2014

8/7 - Dia do Panificador

Sabe aquele cheirinho que invade o ar e nos dá aquela vontade imensa de saborear um pão quentinho saído do forno. Pode ser com uma manteiga derretendo, um doce de leite, um queijo ou mesmo puro.
Aproveite a próxima ida a padaria para parabenizar, o responsável por todas essas sensações deliciosas.
Conta a história portuguesa que, no ano de 1333, sob o reinado de D. Diniz, casado com D. Isabel, houve uma fome terrível. Para melhorar a situação, D. Isabel empenhou suas jóias para poder comprar trigo de outras regiões e assim, poder manter seu costume de distribuir pão aos pobres.
Em um dos dias de distribuíção, o rei apareceu inesperadamente. Com medo de ser censurada, ela escondeu os pães em seu regaço. O rei percebendo o gesto perguntou: "Que tendes em seu regaço?". A rainha
Respondeu em voz trêmula: "São rosas, meu senhor". O rei, não acreditando, pediu para vê-las. Isabel abriu os braços e, para surpresa de todos, caíram ao chão rosas frescas e perfumadas. O rei não se conteve e beijou as mãos da esposa enquanto, os povres gritava: "Milagre, milagre!".
Atualmente, comemora-se no dia 08 de julho, o dia de Santa Isabel. Por isso, neste dia é comemorado também o dia do panificador. A panificação é uma atividade muito antiga. Os primeiros pães foram assados sobre pedras quentes ou debaixo de cinzas. A utilização de fornos de barro para cozimento dos mesmos começou com os egípcios.
Na Europa o pão chegou através dos gregos. O pão romano era feito em casa, pelas mulheres, e depois passou a ser fabricado em padarias públicas. Foi aí que surgiram os primeiros padeiros. No século XVII, a França tornou-se o centro de fabricação de pães de luxo, com a introdução dos modernos processos de panificação. No Brasil, a chegada do pão ocorreu no século XIX. No início, a fabricação do pão era uma espécie de ritual, com cerimônias. Com a chegada dos imigrantes italianos, a atividade de panificação começou a se expandir.

Fonte: http://www.ufrgs.br/alimentus/pao/curiosidades/dia_panificador.htm

quarta-feira, 2 de julho de 2014

2/7 - Dia do Hospital

O dia do hospital é comemorado em 02 de julho, data na qual foi fundada a Santa Casa de Misericórdia da cidade de Santos, um dos maiores hospitais do Brasil, no ano de 1945, pelo governo do presidente Getúlio Vargas.

O hospital público é um local que oferece serviços médicos gratuitos e obrigatórios, pois está determinado pela constituição do nosso país que a saúde é direito de todos e dever do Estado.

Os atendimentos podem variar entre consultas, curativos, exames, serviços laboratoriais, tratamentos, e outros.

Algumas unidades prestam serviços de pronto-socorro (atendimento imediato) para acidentados ou pessoas que estejam em crise, passando muito mal, com convulsões, cólicas renais, desmaios, dores fortes, etc. A eficiência dos médicos e outros profissionais deve ser de muita qualidade, pois a rotatividade de pacientes é bem grande. Existem ainda unidades que prestam serviços especializados, como pediatria, cardiologia, neurologia, maternidade, ortopedia, dentre outros.

Os hospitais particulares cobram caro pelos serviços prestados, e as pessoas acabam pagando planos de saúde que apresentam algumas limitações, ficando a desejar na hora de prestar os atendimentos. Muitas pessoas não são atendidas conforme suas necessidades, gerando desconforto e problemas a serem resolvidos. Para que isso não aconteça é importante buscar informações sobre o contrato de prestação de serviços e a capacidade da empresa contratada, a fim de obter detalhes para os atendimentos e serviços oferecidos.

Um hospital não pode ser implantado em qualquer local, pelo contrário, suas instalações devem ser adequadas, amplas e arejadas, necessitando de estrutura física e humana adequada, com enfermarias, leitos próprios, farmácia interna, lavanderia, cozinha e restaurante, capela, além de um sistema de limpeza adequado para se fazer a desinfecção do local, evitando as infecções hospitalares.

O primeiro hospital do Brasil foi fundado por Braz Cubas, no dia primeiro de janeiro de 1545. Como este dia é conhecido por ser o dia de todos os santos, o hospital recebeu o nome de Hospital de Todos os Santos. A cidade de Santos, em São Paulo, recebeu esse nome por causa do hospital.

Registros históricos mostram que o primeiro hospital do mundo foi construído na Índia, entre os anos 273 e 232 a.C. Mas somente entre os séculos XVIII e XIX que passaram a ser de responsabilidade do governo.

O Hospital das Clínicas, da faculdade de medicina da Universidade de São Paulo, é a maior unidade hospitalar do Brasil, tendo sido fundado em 19 de abril de 1944. Mas a unidade mais bem equipada do país é da rede privada, o Hospital Israelita Albert Einstein, também em São Paulo, tendo sido preparado para receber pacientes vítimas de acidentes nucleares ou de guerras químicas em pronto-socorro.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Fonte:
http://www.brasilescola.com/datacomemorativas/dia-do-hospital.htm

2/7 - Dia do Bombeiro

Como todo ser humano, podem estar sujeitos a falha!
Porém são os verdadeiros Super Heróis que nossa sociedade dispõe!
Mesmo sem os super poderes dos heróis da ficção, apresentam força monstruosa e coragem estupenda para salvar a vida de desconhecidos, simplesmente atendendo a irresistível vontade de fazer o bem a quem puder, como puder, custe o que for, mesmo arriscando a sua vida e a felicidade de seus familiares.
Um muito obrigado de todos nós cabe muito bem todos os dias a estes que não vestem capa, mas uma farda que pesa feito um fardo.
Diferenciando os homens de verdade dos meninos crescidos na hora da ação.


terça-feira, 1 de julho de 2014

1/7 - Dia da Vacina BCG (Bacilo de Calmette e Guérin)

Dia da Vacina BCG

A vacina BCG (bacilo de Calmette e Guérin) foi criada em 1921. Produzida por meio de cepas da bactéria da tuberculose bovina e aplicada sob a forma de injeção intradérmica, imuniza crianças de 0 a 4 anos e adultos.

É indicada para prevenir não só as formas graves da tuberculose, bem como a tuberculose miliar e a meningite tuberculosa.

Desde 1976, a vacina é obrigatória para crianças menores de 1 ano de idade; por lei, deve ser aplicada ainda na maternidade em recém-nascidos com peso igual ou superior a 2 kg.

Atualmente, o Ministério da Saúde recomenda revacinar todas as crianças em idade escolar, que estejam com 6 anos de idade, independentemente de terem ou não cicatriz vacinal, em razão de dados estatísticos que alertaram para o retorno dessa doença, que já havia sido erradicada do Brasil.

A tuberculose é causada pelo bacilo de Koch. É uma doença contagiosa, transmitida de pessoa para pessoa por meio da saliva, sobretudo quando o doente tosse, espirra ou fala, ou por objetos contaminados. Ao ser expelido no ambiente, o bacilo pode permanecer no ar por várias horas, facilitando a contaminação. Um único micróbio pode contaminar uma pessoa, embora, para que ocorra a transmissão da tuberculose, sejam necessárias muitas horas de convívio com uma pessoa contaminada.

Os sintomas mais comuns da tuberculose são: tosse persistente por mais de três semanas, acompanhada, geralmente, por escarro com sangue, perda de peso, dor no peito, suor noturno, cansaço e febre no final da tarde.

Felizmente, a tuberculose já tem cura. A doença é detectada por meio de um exame de raio X ou abreugrafia. Após o diagnóstico, a pessoa contaminada se submete a um tratamento que dura, aproximadamente, seis meses e inclui a combinação de três remédios antibióticos, ou seja, um tipo de quimioterapia de curta duração. Sem um tratamento adequado, o paciente pode morrer ou sofrer sérias conseqüências. Não convém interromper o tratamento ao desaparecerem os sintomas, pois os bacilos podem permanecer vivos e escondidos em partes dos pulmões, acarretando a reincidência da doença.

A vacina BCG pode ser simultaneamente aplicada com outras vacinas, mesmo com as de vírus vivos. Só é contra-indicada em casos de imunodeficiência congênita ou adquirida - por exemplo, indivíduos HIV-positivos, que apresentem sintomas da doença, e durante a gravidez.

Com o advento da Aids, houve alta no número de casos de tuberculose em portadores do vírus. Hoje, a associação dessas duas enfermidades - Aids e tuberculose - constitui um sério problema de saúde pública, principalmente por contribuir para o aumento dos índices de mortalidade. O Ministério da Saúde adota a vacinação com BCG como uma das medidas de proteção contra a transmissão da tuberculose. Doses da vacina são aplicadas em todos os estados brasileiros como parte do Programa Nacional de Imunizações, numa tentativa de novamente erradicar essa doença do país, de uma vez por todas.

Referência:
Datas comemorativas: cívicas e históricas
http://www.paulinas.org.br/diafeliz/dataCom.aspx?Dia=1&Mes=7